About Me

My photo

Paulo José da Costa é livreiro e ex-funcionário do Banco do Brasil.   Considera-se um garimpador da memória, procurando nos sótãos e porões as fotos antigas, postais, cartas, diários com que alimenta sua paixão que tem foco no cotidiano.  Pesquisador de história da música e do cinema, postando raridades no youtube.  Mantém enorme acervo de cds, dvds, fitas, vinil, discos de rádio, 16 polegadas, 10 polegadas, compactos e o escambau. Ex-libris, filmes antigos, gravuras, affiches, cartas, jornais antigos, albuns de família, postais, a lista é grande. Sempre procurando mais. Tem quatro blogs e desenvolve projeto de livro sobre o cotidiano paranaense através das fotos de família entre 1870/1960. Mantém arquivo de memória paranaense e catarinense.

20 October 2013

SÃO PAULO EM RARAS FOTOS ESTEREOSCÓPICAS

Nicolau Klüppel, de Ponta Grossa, possuía uma rara máquina fotográfica para fotos estereoscópicas. Levava em suas viagens e passeios com a família. Este álbum traz a lume pela primeira vez uma viagem que fez a São Paulo no final dos anos 30. Agradeço antecipadamente aos conhecedores da cidade que possam nos dar informações preciosas sobre datas e locais, inclusive eventual foto que não seja da cidade . Acervo particular gentilmente cedido para este blog.

Permito a reprodução mediante imprescindível citação da fonte.
as fotos estereoscópicas existem desde o século XIX e na belle époque virou verdadeira mania, com colecionadores de vistas de todos os cantos do mundo, assim como de curiosidades e assuntos bizarros. 
Esta foto mostra a Praça da Sé. O fotografo está posicionado nas escadarias da Catedral ainda em construção. Ele está virado em direção a rua 15 de Novembro. O prédio com a cúpula no canto esquerdo é o Palacete São Paulo, que ainda está lá.
  

Não são comuns as fotos para albuns de família feitos por particulares. Havia a necessidade da máquina apropriada, além do conhecimento específico da arte e dos métodos de montagem após a revelação e copiagem dos negativos   
 Nesta foto, o fotógrafo está na rua Boa Vista em direção ao Pátio do Colégio, se foca bem dá pra ver o monumento Glória Imortal aos Fundadores de São Paulo´. O prédio com a torre é o Ed. Rolim. Esse poste do lado direito é o mesmo até hoje.
   


nesta foto se verifica que o fotógrafo sabia exatamente o que estava fazendo,
 colocou o automóvel em primeiro plano para dar a idéia de profundidade. Isso para fotos convencionais, não 3D, poderia ser considerado um erro.   
 Nesta foto vemos o Pátio do Colégio. No centro, parte do monumento Glória Imortal, ao fundo, a Secretaria de Estado, hoje de Justiça e o Ed. Rolim, o prédio com a cúpula ainda existe, só que sem a cúpula e parte da fachada do edifício do Tribunal de Justiça.


Rua de São Bento em direção a Praça do Patriarca, no fundo a esquerda o Martinelli.





 Vista do Anhangabaú, ele provavelmente está no Martinelli. Vemos o Viaduto do Chá e o Edifício Alexandre Mackenzie, o prédio da Light.


nas fotos estereoscópicas é imprescindível que existam elementos em primeiro plano, para se dar a idéia de profundidade, essencial nesse tipo de registro.
Esquina da Líbero Badaró. Ao fundo o Martinelli.
  

Vista do Parque D. Pedro, com o Mercado Municipal mais para a esquerda e o Pq. Dom Pedro a direita. 

aeroporto de S.Paulo

os Junkers, aviões alemães, foram os primeiros a consolidar efetivamente a aviação comercial no Brasil. Para a datação de fotos detalhes como esse são vitais. Sabe-se que evidentemente se trata de uma foto anterior a 1939, quando a guerra estourou e esses aviões foram substituídos aos poucos pelo DC 3 americanos.

Vista aérea da região de Santa Ifigênia, com o Viaduto seu viaduto homônimo


 Jardim da Luz ou Parque da Água Branca? 

Seria a Igreja de Santa Cecília do lado esquerdo?

.

 Permitida a reprodução mediante imprescindível citação da fonte.    


Paulo José da Costa
compra e recebe doações de acervos de postais e fotos antigas, inclusive álbuns de família
para arquivo particular
Proteja a memória, ensine as crianças a amar as fotografias. 
41 88050624
paulodafigaro@hotmail.com
https://www.facebook.com/paulojose.dacosta

03 October 2013

ADALICE ARAUJO EM FOTOS

     

       UM ALBUM DE FOTOS DE ADALICE ARAÚJO

                 Ponta Grossa (1931) - Curitiba (2012) 

        A poetisa, artista plástica, crítica de arte e historiadora, se é que lembro de todas as atividades dessa pontagrossense nascida em 1931 e falecida em 2012, tem poucas fotos disponíveis na internet. Meu intuito é mostrar aos historiadores,  pesquisadores, estudantes e interessados na obra dessa notável paranaense, que ganhou o Prêmio Mário de Andrade da Associação Brasileira dos Críticos de Arte, algumas fotografias antigas que encontrei por aí, nas casas que vasculho quando compro livros e discos para minha livraria.   Essa é a primeira das personalidades que focalizo, mas muitas outras virão.   

publicação sem intuito de lucro
detentores de direitos 
que se sentirem lesados
por favor nos comuniquem 
que retiraremos o que lhes
incomoda. 
a mãe de Adalice, Dona Inecê Gambassi de Araújo

foto Bianchi  



a mãe de Adalice em outra foto, esta publicada na revista Album do Paraná

O pai de Adalice, Adalberto Carvalho de Araujo (no centro)
Foto Linzmeyer

O pai de adalice e sua filha mais velha, Ada, em foto de 1924

foto da firma exportadora de erva mate do pai de Adalice

Um dos rótulos das barricas de erva mate da industria do pai de Adalice 

Adalice Araujo com seis meses (foto Bianchi)

Adalice com 3 anos

Adalice na casa onde nasceu, na rua Benjamin constant, em Ponta Grossa

Adalice e amigos numa festa

Adalice e sua irmã Adaline

as duas irmãs na casa da rua 7 de setembro em P.Grossa

à partir da esquerda, Isis alves,Ada Araújo, Adalto Araújo, e as crianças Adalice e Adaline

Adalice aos 12, em Serra Negra

Adalice e suas colegas do Col,Sion em Curitiba

Adalice aos quinze anos 

o irmão de Adalice, Adalberto Junior, que morreu muito moço e para quem Adalice escreveu "cantos ao meu irmão"

Adalice na praia em 1954

Adalice em Roma, onde estudou na Academia de Belas Artes

foto de Adalice tirada em Roma em 1956

Adalice em 1960 no Rio de Janeiro, onde frequentou curso com Goeldi 

Adalice e seu marido Emilio Gianatti

Adalice e seu filho Marco Francesco em 1964

Adalice e roberto Pontual, 1968

Adalice e seu filho Marco Francesco

no batismo do filho de Lafayette Rocha


1978 - Com Franklin Cascaes (à dir)

Adalice em foto de Vilma Slomp, 1979

da esquerda para a direita, Alberto Massuda, Heloisa Campos,Adalice Araujo e René Bittencourt
vernissage na Galeria de Arte do BANESTADO 

Em Bonn. Alemanha, 1987, com Reinaldo Roels Jr, Ana Mae Tavares Barbosa
e Herman Goergen

Tela de Alcy Xavier (coleção Max Conradt Jr) mostra Aurelio Benitez,
Eduardo Rocha Virmond, Domício Pedroso e Adalice Araujo  

Osmar Pisani, Adalice, Casemiro Xavier de Mendonça Elvo Benito Damo
num dos Salões Paranaenses - foto de alice Varajão

Adalice Araujo e seu gato Ivã, então com 17 anos.

as duas irmãs, Adalice e Ada, em 1999

     

      Paulo José da Costa

compra e recebe doações de acervos de postais e fotos antigas, inclusive álbuns de família
para arquivo particular
Proteja a memória, ensine as crianças a amar as fotografias. 
41 88050624
paulodafigaro@hotmail.com
https://www.facebook.com/paulojose.dacosta